Compre Duloxetina sem receita

Comprando Duloxetina sem receita online é difícil? Não se preocupe, conosco você pode encomendar Cymbalta online sem complicações e rapidamente.

Compre duloxetina sem receita

Quer comprar Duloxetina online? Nesta página você pode ver onde pode pedir este medicamento sem uma receita obtida com seu próprio médico. Seguro, confiável e discreto. Este medicamento pertence aos inibidores da recaptação da serotonina-norepinefrina (IRSN) e é considerado seguro por vários médicos para solicitar online. você quer saber mais? Então verifique as perguntas mais frequentescomo comprar duloxetina sem receita ou verifique todos os preços deste medicamento.

Encomende Cymbalta sem preços de prescrição

Na tabela a seguir você pode ver onde pode pedir Cymbalta sem usar receita. Os revisores da Uniquepharmaceuticals.com verificaram todos os preços na internet e chegaram à conclusão de que Medpillstore oferece os melhores preços de duloxetina sem a necessidade de receita médica. Eles enviam para todo o mundo (exceto para os EUA / Canadá), seus estoques estão localizados na UE e no exterior e fornecem um serviço excelente para a compra de duloxetina sem receita médica.

Nomes de marcas e dosagens

  • Cápsulas Cymbalta® (lançamento retardado): 20 mg, 30 mg, 60 mg
  • Drizalma Sprinkle ™ Cápsulas (borrifo de lançamento retardado): 20 mg, 30 mg, 40 mg, 60 mg
  • Cápsulas de duloxetina (lançamento retardado): 20 mg, 30 mg, 40 mg, 60 mg

Identidade genérica: Duloxetina (doo LOX e adolescente)

O que é a duloxetina e onde é utilizada?

A duloxetina é um remédio antidepressivo que atua na mente. É autorizado para a terapia da disfunção depressiva principal (MDD), disfunção da ansiedade generalizada (GAD), dor neuropática periférica diabética (DPNP), fibromialgia e dor musculoesquelética de potência.

Os sintomas de desespero incorporam:

  • Humor deprimido - sentindo-se infeliz, vazio ou choroso
  • Sentindo-se inútil, responsável, sem esperança e desamparado
  • Perda de curiosidade ou prazer em suas ações normais
  • Dormir e comer mais do que o normal (para a maioria das pessoas é muito menos)
  • Baixa vitalidade, dificuldade de concentração ou ideias de morte (consideração suicida)
  • Agitação psicomotora ('energia nervosa')
  • Retardo psicomotor (sensação de estar mudando e considerando um movimento lento)
  • Idéias ou comportamentos suicidas

O Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG) ocorre quando um indivíduo experimenta extrema ansiedade ou medo por um período mínimo de seis meses. Outros sinais incorporam:

  • Inquietação
  • Fadiga (baixa vitalidade, sensação de esgotamento regularmente)
  • Dificuldade de concentração
  • Irritabilidade
  • Rigidez muscular
  • Perturbação do sono (dificuldade em adormecer ou acordar a meio da noite)

O que você precisa saber antes de usar a duloxetina?

Não pare de tomar duloxetina, mesmo quando você realmente se sentir mais alto. Com a entrada de você, seu fornecedor de cuidados de saúde avaliará quanto tempo você precisará tomar o medicamento.

  • Doses faltando de duloxetina pode aumentar o risco de recidiva dos seus sinais.
  • Parando a duloxetina abruptamente pode terminar em vários dos seguintes sinais de abstinência: irritabilidade, náusea, tonturas, vômitos, pesadelos, dor de cabeça e / ou parestesias (formigamento, sensação de formigamento na pele).
  • A depressão também pode fazer parte da doença bipolar. Pessoas com disfunção bipolar que tomam antidepressivos também podem correr o risco de “mudar” do desespero para a mania. Os sintomas de mania incluem temperamento "alto" ou irritável, superficialidade muito excessiva, diminuição da vontade de dormir, estresse para manter a fala, ideias rápidas, estar simplesmente distraído, continuamente preocupado em ações com um grande perigo de penalidades perigosas (por exemplo, compras extremas por sprees).

Deve-se consultar um médico se houver suspeita de síndrome da serotonina. Consulte os efeitos negativos críticos para indicadores / sinais.

Existem preocupações específicas sobre a duloxetina e a gravidez?

Se você está pensando em engravidar, informe o seu fornecedor de cuidados de saúde para melhor controlar seus medicamentos. Pessoas que vivem com MDD que querem se tornar grávidas enfrentam seleções vitais. O MDD não tratado é perigoso para o feto, além da mãe. É vital debater os perigos e vantagens da terapia junto com seu médico e cuidadores. Para as meninas que tomam medicamentos antidepressivos ao longo da 13ª semana até o início da gravidez (segundo e terceiro trimestres), existe o perigo de a criança nascer antes do seu desenvolvimento absoluto (antes da 37ª semana).

Recomenda-se cautela com a amamentação, pois a duloxetina passa para o leite materno.

O que devo discutir com meu médico antes de tomar duloxetina?

  • Os sintomas da sua situação que essencialmente o incomodam mais
  • Se você pudesse ter ideias de suicídio ou de se machucar
  • Medicamentos que você poderia ter tomado antes em sua situação, quer tenham sido ou não eficazes ou tenham causado resultados hostis
  • Se você perceber efeitos negativos de seus medicamentos, concentre-se neles junto com seu fornecedor. Alguns efeitos negativos podem cruzar com o tempo, mas outros podem exigir ajustes no remédio.
  • Quaisquer problemas psiquiátricos ou médicos diferentes que você possa ter, juntamente com um passado histórico de disfunção bipolar, doença renal ou hepática
  • Todos os diferentes medicamentos que você está tomando atualmente (junto com produtos sem receita, suplementos dietéticos naturais e dietéticos) e quaisquer sintomas de alergia que você possa ter
  • Outra terapia não medicamentosa que você está recebendo, semelhante a terapia verbal ou terapia para abuso de substâncias. Seu fornecedor pode esclarecer como esses remédios totalmente diferentes funcionam com o remédio.
  • Se você está grávida, planeja engravidar ou está amamentando
  • Se você bebe álcool ou usa medicamentos

Como devo tomar a duloxetina?

  1. A duloxetina é frequentemente tomada 1 ou 2 vezes por dia com ou fora das refeições.
  2. Normalmente, os doentes começam com uma dose baixa de medicamento e a dose é elevada lentamente ao longo de várias semanas.
  3. A dose geralmente varia de 20 mg a 120 mg. Apenas o seu fornecedor de produtos de saúde pode decidir a dose adequada para você.
  4. A cápsula deve ser engolida completa. Não deve ser mastigado, esmagado ou danificado.
  5. A cápsula de lançamento retardado de duloxetina (Cymbalta® ou duloxetina genérica) deve ser engolida completa. Não deve ser mastigado, esmagado ou danificado. As cápsulas de lançamento retardado Drizalma Sprinkle ™ também podem ser abertas e polvilhadas na compota de maçã, se desejado.

    Considere o uso de um calendário, casamata, despertador ou alerta de telefone celular que pode ajudá-lo a se lembrar de tomar o seu remédio. Você também pode pedir a um membro da família ou a um bom amigo para lembrá-lo ou confirmar com você para ter certeza de que está tomando o remédio.

O que acontece se eu perder uma dose de duloxetina?

Se você se esquecer de uma dose de duloxetina, tome-a tão rapidamente quanto se lembra, até que esteja próximo da hora de sua dose subsequente. Discuta isso com seu fornecedor de cuidados de saúde. Não duplique a dose subsequente nem tome mais do que o prescrito.

O que devo evitar ao tomar duloxetina?

Evite ingerir álcool ou usar medicamentos ilegais se estiver tomando medicamentos antidepressivos. Eles podem diminuir as vantagens (por exemplo, piorar sua situação) e melhorar os resultados hostis (por exemplo, sedação) do remédio. O álcool aumenta a chance de problemas de fígado com a duloxetina.

O que acontece se eu tiver uma overdose de duloxetina?

Se ocorrer uma overdose, indique o seu médico ou o 911. Você pode precisar de cuidados médicos urgentes. Você também pode entrar em contato com o centro de gerenciamento de venenos do hospital mais próximo

Não existe uma terapia selecionada para reverter os resultados da duloxetina.

Quais são os possíveis efeitos colaterais da duloxetina?

Efeitos negativos comuns

Dor de cabeça, náusea, diarreia, boca seca, diminuição da vontade de comer, sudorese elevada, sensação de nervosismo, estresse, fadiga, sono ou dificuldade para dormir (insônia). Isso geralmente aumenta ao longo de uma ou duas semanas, à medida que você toma o remédio.

Os efeitos sexuais negativos, semelhantes a problemas com orgasmo ou atraso na ejaculação, e aumento do estresse sangüíneo, geralmente não aumentam com o tempo.

Efeitos negativos raros / críticos

Houve histórias incomuns de insuficiência hepática (geralmente mortal) com a duloxetina. Este perigo é elevado naqueles com uso substancial de álcool ou doença hepática forte.

Hipotensão ortostática, ou queda na pressão sangüínea ao levantar ou acordar, foi relatada em pacientes que tomam duloxetina. O perigo também pode ser maior em pessoas que também tomam medicamentos para hipertensão.

Aumento da freqüência cardíaca coronariana, ciclo menstrual irregular, frequência elevada de urinar ou urinar, enzimas hepáticas elevadas, ranger de dentes, sódio baixo (sinais de níveis baixos de sódio podem incluir dor de cabeça, ponto fraco, problema de concentração e memória), glaucoma de ângulo fechado (sinais de glaucoma de ângulo fechado pode incorporar dor ocular, ajustes na imaginação e presciência, inchaço ou vermelhidão no olho redondo ou redondo), síndrome da serotonina (os sinais podem incluir tremores, diarreia, confusão, rigidez muscular extrema, febre, convulsões e morte), desastre hipertensivo (estresse sangüíneo gravemente elevado), infarto do miocárdio (ataque cardíaco), Síndrome de Stevens-Johnson (erupção cutânea), pancreatite

Os antidepressivos SNRI, juntamente com a duloxetina, podem melhorar a chance de ocorrência de sangramento. O uso combinado de aspirina, medicamentos antiinflamatórios não esteroides (por exemplo, ibuprofeno, naproxeno), varfarina e diferentes anticoagulantes pode melhorar esse perigo. Isso pode incluir gengivas que sangram de forma extra simples, sangramento nas narinas ou sangramento gastrointestinal. Alguns casos são fatais.

Há algum risco em tomar duloxetina por longos períodos de tempo?

Até o momento, não foram identificados problemas relacionados ao uso de duloxetina em longo prazo. É um remédio seguro e eficiente quando usado de acordo com as instruções.

Que outros medicamentos podem interagir com a duloxetina?

A duloxetina não deve ser tomada com ou dentro de 2 semanas de tratamento com inibidores da monoamina oxidase (IMAO). Estes incorporam fenelzina (Nardil®), tranilcipromina (Parnate®), isocarboxazida (Marplan®), rasagilina (Azalect®) e selegilina (Emsam®).

Embora incomum, há um risco elevado de síndrome da serotonina quando a duloxetina é usada com diferentes medicamentos que melhoram a serotonina, semelhantes a diferentes antidepressivos, medicamentos para enxaqueca conhecidos como “triptanos” (por exemplo, Imitrex®), alguns medicamentos para dor (por exemplo, tramadol (Ultram® ), o antibiótico linezolida (Zyvox®) e anfetaminas.

Os seguintes medicamentos podem melhorar os graus e resultados da duloxetina: cimetidina (Tagamet®), ciprofloxacina (Cipro®), fluoxetina (Prozac®), fluvoxamina (Luvox®), paroxetina (Paxil®)

A duloxetina pode melhorar os resultados de diferentes medicamentos que podem desencadear sangramento (por exemplo, ibuprofeno (Advil®, Motrin®), varfarina (Coumadin®) e aspirina).

Quanto tempo leva para a duloxetina funcionar?

Sono, vitalidade ou desejo por comida podem apresentar algum encantamento ao longo das primeiras 1-2 semanas. A melhora desses sinais corporais pode ser um sinal inicial vital de que o remédio está funcionando. O temperamento deprimido e a falta de curiosidade nas ações podem levar de 6 a 8 semanas para melhorar completamente.

Resumo de avisos

Depressão e certos problemas psiquiátricos diferentes estão relacionados aumentarão com o risco de suicídio. Pacientes com disfunção depressiva principal (TDM), tanto adultos quanto pediátricos, podem experimentar piora de seu desespero e / ou o surgimento de ideação e hábitos suicidas (suicídio) ou ajustes incomuns nos hábitos, estejam ou não tomando medicamentos antidepressivos . Esse perigo pode persistir até que ocorra uma remissão importante.

Em pesquisas de curto prazo, os antidepressivos aumentaram a chance de suicídio em crianças, adolescentes e adultos jovens quando comparados ao placebo. A pesquisa de curto prazo não apresentou um aumento no risco de suicídio com antidepressivos em comparação com placebo em adultos com mais de 24 anos. Adultos com 65 anos ou mais que tomam antidepressivos têm um risco reduzido de suicídio. Pacientes, suas famílias e cuidadores devem estar alertas para o surgimento de histeria, inquietação, irritabilidade, agressividade e insônia. Se esses sinais surgirem, eles devem ser relatados ao médico da pessoa afetada ou ao profissional de saúde. Todos os pacientes tratados com antidepressivos por qualquer indicação devem olhar em frente e notificar seu fornecedor de cuidados de saúde para sinais de piora, tendência suicida e estranhos ajustes de hábitos, especialmente durante os primeiros meses de terapia.

Isenção de responsabilidade

A Pfizer não é afiliada a este site. O nome da marca, os logotipos e as imagens usados são propriedade da Pfizer. O conteúdo deste site é apenas para fins informativos. Não fornecemos, comercializamos ou despachamos medicamentos e o encaminhamos para lojas da web de renome na Internet. Sempre consulte um médico ao usar medicamentos.

Neste site, não vendemos medicamentos e encaminhamos os visitantes para provedores de Internet confiáveis. Desta forma, poupamos a si e ao melhor preço às pessoas muitos problemas e poderá obter de forma fácil e legal este poderoso medicamento.


Perguntas frequentes

  • O que é Duloxetina?

    O antidepressivo duloxetina é um inibidor seletivo da recaptação da serotonina e norepinefrina (SSNRI). Cymbalta duloxetina altera as substâncias químicas do cérebro que podem estar desequilibradas em pessoas deprimidas. A duloxetina pode ajudá-lo a se sentir melhor, dormir melhor, comer mais, ter mais energia e ficar menos preocupado.

  • O que fazer se você falhar uma dose?

    Se você se esquecer de tomar uma dose de duloxetina, tome-a assim que se lembrar até a próxima dose. Isso é algo que você deve discutir com seu médico.

  • E se você tomar Duloxetina em excesso?

    Se ocorrer uma overdose, ligue para o centro de emergência. Você pode ter cuidados médicos urgentes. Você também pode criar um Centro de Controle de Envenenamentos imediatamente.

  • Como conservar a duloxetina?

    Armazene longe da luz e umidade em temperatura ambiente.

  • O que devo evitar ao tomar duloxetina?

    Se você estiver tomando medicamentos antidepressivos, evite beber álcool ou drogas ilegais. Se você se levantar muito rapidamente de uma posição sentada ou deitada, pode ficar tonto. Evite dirigir ou participar de atividades perigosas até ter uma melhor compreensão de como a duloxetina o afetará.

Como comprar Duloxetina sem uma assinatura online?

Custo estimado : 95,00 EUR

Tempo necessário: 00 dias 00 horas 05 minutos

Como comprar Cymbalta sem receita em 5 minutos

Atualizado pela última vez em 15 de setembro de 2021 por Toni El Clikos

pt_BRPortuguês do Brasil