Você pode tomar álcool e Viagra ao mesmo tempo?

Muitos homens que usam álcool e Viagra ao mesmo tempo. Só porque precisam de algo para consumir algo enquanto usam um ou outro. A combinação dos dois, por outro lado, pode ter um impacto negativo em sua capacidade de obter uma ereção. Descubra quanto álcool você pode beber com segurança enquanto toma Viagra.

O Viagra pode ser tomado com álcool?

Para homens que sofrem de disfunção erétil, O Viagra é a droga de escolha. No entanto, beber é, sem dúvida, uma das razões pelas quais você pode estar sofrendo de disfunção erétil em primeiro lugar. Embora o álcool possa ajudá-lo a superar a ansiedade, provavelmente terá um impacto negativo em sua função sexual.

O álcool pode causar disfunção erétil induzida por hormônio ao afetar uma grande glândula produtora de hormônio no cérebro, resultando em menor produção de testosterona e, mais provavelmente, disfunção erétil induzida por hormônio. Acredita-se que os nervos do pênis que causam a ereção sejam afetados pelos níveis de álcool, embora o mecanismo exato pelo qual o álcool causa a DE seja desconhecido. Você deve evitar consumir álcool se estiver usando Viagra porque já teve problemas de ereção no passado.

Adicionalmente, álcool e Viagra (assim como todos os outros Comprimidos de Viagra ou Sildenafil) podem interagir. A pressão arterial é reduzida pelo Viagra e pelo álcool. Se sua pressão arterial cair muito, você pode sentir tonturas, desmaios, dores de cabeça e até mesmo batimentos cardíacos coronários. Esses efeitos colaterais do Viagra não são apenas prejudiciais, mas também não afetam seu desempenho sexual.

Sem álcool com Viagra?

Embora seja importante limitar o consumo de álcool ao usar Viagra, também é seguro ingerir uma quantidade modesta de álcool, equivalente a 2 ou 3 doses - portanto, não há nada de errado com um copo de vinho ou uma cerveja.

O álcool causa disfunção erétil?

Limitar o consumo enquanto toma Viagra não é apenas vital, mas também tornará o combate à DE e outros problemas sexuais mais fácil. De acordo com estudos, o alcoolismo está relacionado a uma série de disfunções sexuais nos homens, incluindo ejaculação intermitente, uma falta de libido, e dificuldade em atingir o orgasmo. Em uma pesquisa de acompanhamento, aqueles que se abstiveram de álcool por dois a três meses melhoraram para o mesmo nível do grupo de controle.

O aumento do uso de álcool pode aumentar seu colesterol LDL, colocando você em risco de diabetes e doenças cardiovasculares, que podem causar disfunção erétil. O uso excessivo de álcool pode causar problemas de próstata e baixos níveis de testosterona, o que pode contribuir para a disfunção erétil. Finalmente, se você quiser ter uma conversa mais bem-sucedida, corte o consumo de bebidas alcoólicas.

Deixe um comentário

pt_BRPortuguês do Brasil